Fórum equipa airsoft Mercenários do Matagal
 
GaleriaInícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin

Compartilhe | 
 

 Rescaldo- Op. Ground Zero

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Rescaldo- Op. Ground Zero   Seg Mar 16, 2009 6:10 am

deixo aqui o meu rescaldo xD o meu primeiro jogo grande só para começar

gostei muito da organização a chegada, presença da FPA, o brief foi esclarecedor a todos os pontos etc etc, a parte antes do jogo brutal

relativamente a minha equipa mercenários seguimos em coluna juntamente com os shadow ops e o resto do pessoal até ao nosso objectivo tendo depois aí montado 2 posições e colocado uma terceira em patrulha. O depósito de água esteve sem movimentação inimiga cerca de 1h45minutos apenas avistei movimentação inimiga a cerca de 70 metros junto a vedação malta em camuflado desert, comuniquei a equipa em patrulha, porém eles ja estavam a fazer escudo junto a colina do depósito de água, em seguida aparecem 2 jipes, bem carregados que colocam a parte sul totalmente em risco, eu prata hunter, tentámos aguentar do outro lado ja a Unidade se movimentava colocando assim a nossa posição totalmente em risco...tendo acabado por ceder, nisto tudo o pedido de reforços da 2ª posição era impossível assim sendo central electrica e depósito de água estavam a ser atacados, o pessoal de guarda ao depósito de água vai para o respawnd 1 tudo bem sem ninguem seguirmos, chegados lá já la se encontrava pessoal e passado 15minutos chegam 2 jipes, creio que os ranger e A-team, ficando a A-team de guardar ao respawn, divididos em 3 equipas tentamos criar uma manobra de diversão e tentar tirar alguém dali vivo, mas tal nao foi possível.
Sendo assim os mercenários do matagal juntamente com outros elementos iniciam um rumo ao respawnd3, porém a cerca de 30metros reparámos que elementos americanos ja se encontravam na zona..sendo assim rumamos para o respawnd 4 pelo contacto rádio que tinhamos era para la que rumava grande parte da facçao iraquiana, porque em certos momentos foi impossível de contactar com o resto da equipa que iniciou o jogo porque já estavamos a ser alvo de jamming era mesmo impossível. chegando junto do posto de comunicações avistamos o nosso comadante werewolf, junto do Blade e da sua equipa numa situação defensiva, fomos ao respawnd voltamos para junto do big Boss e assumimos posição defensiva e de pratulha naquela zona, tendo decidido aguentar aquele posto, avistamos os SAG e a A-team na zona tendo efectuado a sua dispersão e acabaram por se afastar, tudo muito bem a questão foi quando na colina que está junto do posto de comunicações se começam a avistar movimentações, eu com o meu camarada Prata conseguimos abater 2 jogadores, até ficámos espantados com o alcance e até mais com a precisão que obtivemos..porém o inferno estava para vir....Unidade faz um ataque em linha com Páras e Légio na frente..(até nos rimos no final do jogo com as caras que voces vinham quando entrarem pela porta e passaram por mim ), devo dizer que nesta situação 4 mercenários, eu , prata , hunter e massy fizeram o que podiam para aguentar aquela posição o máximo de tempo para poder assegurar que o werewolf resistia ao ataque em massa dos americanos.
Depois disto voltámos ao respawnd 4 e encontramos o nosso camarada pintas, que tinha estado com o grupo do lobo a defender o Paiol, nisto eu prata pintas fazemos uma movimentação até ao paiol, tentado lá chegar e efectuar um reforço da posição, ao chegar ao paiol começamos a ouvir barulho, nao sei precisar que equipa seria, passaram à frente de nós e continuamos a seguir o nosso objectivo, entrámos dentro do paiol segurando o perímetro, o seek tinha la estado as 16h05, e nós as 16:35 tinhamos tomado o Paiol, tendo ja contacto rádio com o Fatia ele vem ao nosso encontro, nisto tudo depois de ficar apenas eu e o Pintas(prata e fatia tiveram que rumar a casa) fomos até junto do paiol saber da situação, estava por la o grupo do pedro pato e companhia a defender, mas a parte mais gira é agora XD chega o lobo, diz para montar perímetro que deve tar a aparecer malta para controlar isto...assumimos posição passado 5minutos tavam os ranger em cima de nós...morri...ouvi a sirene e bazei para o ponto inicial do jogo


de forma resumida gostei do jogo, existem situações como excesso de comunicação nos rádios, como deixarem o Vox ligado é que não ajuda com nada, mas pronto são modernices dos PMR

a minha opinião. vale o que vale mas foi um belo jogo de airsoft e que para o ano haja mais com mais gente xD, mas valeu ter saido as 5h40 de casa e ter chegado so as 19h30, sem dúvida que sim!

Parabéns Marine Force Recon
Voltar ao Topo Ir em baixo
Fatia
Admin


Número de Mensagens : 1278
Idade : 28
Localização : Vila Franca de Xira
Data de inscrição : 09/12/2008

MensagemAssunto: Re: Rescaldo- Op. Ground Zero   Seg Mar 16, 2009 7:06 am

Boas

Vou então fazer aqui o meu rescaldo, eu fiquei no grupo dirigido pelo Lobo, a nossa função era com 8elementos defender o paiol, chegamos ao paiol por volta das 9h20, fiquei com a função de defender o interior do paiol todo refundido dentro de uma WC Razz, o grupo foi rodando entre defender o paiol e ir emboscar os jipes à saída da base aliada. Por volta das 11h45 e visto que passadas quase 3h de jogo ainda não havia vestígios de aliados na zona do Paiol, decidimos descer 6 elementos até à zona da estrada que vinha da base aliada.
Mal nós chegamos ao sítio desejado começamos a ver que aquela zona era a ideal para emboscar os helis. Visto que não tinhamos trazido o RPG connosco o R7 e o cenzic ofereceram-se para ir ao Paiol apanhar o RPG. Entretanto, eu, pintas, Lobo e Pedro Pato éramos sistematicamente confrontados com helis a passar carregados de gente e a única coisa que fazíamos era esconder o máximo possível, cheguei ao ponto de ter a arma com o cano cheio de terra de a ter literalmente enterrado para não se ver, achei piada a um jipe que parou a um máximo de 10m de nós desceu dois ou três elementos dispararam contra o arbusto onde estávamos e quando nós nos preparávamos para ripostar pois julgávamos ter sido avistados, eles simplesmente toca de entrar no jipe e ir embora. Após a chegada do R7 e do Cenzic dividimos o grupo em dois, ficando 2 elementos com o RPG dum lado da estrada e os 4 restantes escondidos debaixo de um arbusto. Começam a passar vários jipes e às tantas vejo Lobo e R7 a saltar para a estrada de RPG na mão a disparar contra a chapa de um dos jipes e após alguma discussão e de o Lobo ser abatido percebe-se que os helis só são abatidos se o RPG entrar pelas janelas do jipe :-\ . Após isso R7 sozinho atira o RPG contra o Jipe mas é informado que eram precisos dois elementos para o disparar. Ficamos então apenas 4 elementos no arbusto, começamos a avistar gente que andava a "limpar" as bermas da estrada tivemos de recuar, o Pintas foi o primeiro, o Pedro Pato desapareceu e eu e o cenzic recuámos para um túnel, aí o cenzic ficou para trás pois eu recuei e o ceniz não o fez e desde então nunca mais os vi :-X. Voltei ao Paiol. Onde encontrei os Lobo, R7 e mais dois elementos que não me lembro o nome, enquanto eles se dirigiram para o Posto de Comando eu fiquei a almoçar que já eram 14h30 e eu já andava acordado desde as 4h30 sem comer nada Surprised.
Após ter comido a minhas lulas recheadas , lá peguei na tralha toda e toca de me por a caminho do Posto de Comunicações, chego ao posto de comunicações e vejo que tinha sido tomado pelo IN, quando venho a recuar para pedir reforços, vejo pessoal dos GEO e no momento em que eles se preparam para atravessar a estrada aparece um vá "TANQUE DE GUERRA" a disparar em todas as direcções, fico novamente sozinho :Smile . Quando me preparo para ir na direcção do Posto de Comunicações vejo um grande grupo de INs mortos e qual é o meu espanto, quando do meio desse grupo um elemento que vinha à conversa, que pelos vistos não estava morto salta do meio deles e me mata Sad , como não sou pessoa que goste de criar alarido comi e calei, meti-me no carro do Armando e rumei ao Respawn3, lá encontrei alguns dos elementos dos GEO que tinham sido mortos. Daí entrei em contacto com elementos da minha equipa e fui informado que estavam a dirigir-se para o Paiol, mal saí do Respawn pus-me a caminho do Paiol, pelo caminho ainda tive de rastejar uns belos metros para não ser avistado pelos helis, chegado perto do Paiol sou informado que ele tinha sido tomado pelos Rangers, numa manobra de diversão tento-os puxar para o lado do Posto de Comando, mas tal manobra não tem efeito, entretanto os Rangers passam e os Mercenários do Matagal tomam novamente conta do Paiol. De seguida e porque tinha de ir embora, por volta das 17h abalei mais o meu camarada Prata.

No final quando dirigia para o carro ainda vi o Stuntman que vinha agarrado a um jipe a quase ficar agarrado à árvore de tão junto que ia o jipe à berma

Deixo aqui apenas uma crítica que gerou alguns momentos de polémica durante o jogo
- Veículos - Creio que foram o grande factor que fez diferença no jogo, creio que ou os veículos não deviam existir ou então não deviam poder disparar contra o IN, visto que houve algumas situações em que os elementos nem se dignavam a descer dos mesmo, pois tinham uma maior vantagem do interior deles.


Para a organização um grande obrigada, esteve em grande, o campo não conhecia e fiquei maravilhado, apenas alguns reparos e para o ano contém comigo novamente.

Só por curiosidade consegui gastar no máximo 40bbs, matei um jogador e morri uma vez Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://mercenariosmatagal.quickbb.net
pintas
Admin


Número de Mensagens : 913
Idade : 28
Localização : Agualva
Data de inscrição : 15/12/2008

MensagemAssunto: Re: Rescaldo- Op. Ground Zero   Seg Mar 16, 2009 9:42 am

a unica coisa de diferente em relação ao que o fatia descreveu, foi:

a meio da manha, o lobo decide ir dar uma volta pelas redondezas para vermos o local... entretanto aparece um grupo aliado, nos escondemo-nos... eles aparecem uns 4 á nossa vista e fazem render o lobo que erstava deitado de costass para eles! nesta altura pego na supressora do lobo (que andava comigo), e cá vai disto... mas afinal nao foi! o que teria sido uma bela limpeza, reverteu-se e levei com elas em cima, porque simplesmente nao saiu
bb nenhuma da supressora. mas eles acagassaram-se!

depois do foi o que o fatia contou da emboscada aos helis.
quando tavamos para sair debaixo da arvore, andamos á troca de bb's, mas com o raio da supressora nao me ajeito, e acabei morto nao sei muito buem por onde!
fui-me embora e atravessei quase o campo todo á procura do paiol. entretanto encontro o pedro e o prata, que se juntam a mim na missa de encontral o paiol. la o encontramos depois de 2 confrontos sem mortos. e o toma-mos! o prata retira-se.

após o suposto final do jogo, com praticamente todo o esquadrao sob o comando do lobo, o paiol é atacado pelos rangers, cujos nao tiveram sucesso, mesmo com uma defesa algo desorganizada! e ate depois de mortos morreram outra vez, mas o pedido de desculpa e o barafusto foi feito no local!!! xD
a segurança do paiol é mantiida ate ás 18, hora em que a equipa regressa para o local de entrada gritado canticos de gratidao a Alá!!! xD

um jogo porreiro, apesar de algo secante... pensar seriamente se irei a muitos jogos deste genero...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Rescaldo- Op. Ground Zero   Seg Mar 16, 2009 11:32 am

pintas escreveu:


um jogo porreiro, apesar de algo secante... pensar seriamente se irei a muitos jogos deste genero...

é um jogo mais táctico de menos fungada..e mais tactica lá esta..nao estavamos habituados..nada que com o tempo venhamos a melhorar..também nao jogamos em equipa que nao torna mais facil a habituação

nao vamos é baixar os braços!! afro
Voltar ao Topo Ir em baixo
massy



Número de Mensagens : 922
Idade : 27
Localização : quinta do conde
Data de inscrição : 28/01/2009

MensagemAssunto: Re: Rescaldo- Op. Ground Zero   Seg Mar 16, 2009 1:00 pm

bem, visto que voces ja contaram o jogo todo lol , eu so vou contar algumas parte que mais gostei do jogo

tudo começa a deslocarmos ate ao deposito de agua onde nos mantivemos a patrolhar essa zona, o hunter mando me manter posiçao no terreno acima do deposito de agua onde por algum tempo depois avistei forças inimigas a aprocimar, um deles me avistou mas eu escondi me no meio da vestaçao, mas eles cada vez mais se aproximavam e ai entao eu começei a disparar sobre eles mas eles cercaram me por completo.
de seguida movemo nos para o respawnd 1 onde tambem nao houve hipotese de escapar as forças aliadas apreceram com os jipes e bloqueram nos, tentamos sair mas nao valeu a pena. entao fomos tentar ir para o respawnd 3 se nao me engano mas estava controlado pelos Inimigoss, entso fomos para o respawnd 4.
depois fomos defender o posto comunicaçoes onde eu prata, hulk e o hunter demos por tudo para proteger a zona mas nao conseguimos porque os inimigos eram bastantes e cercaram nos. eu e o hunter voltamos para o respawnd 4 onde depois seguimos marcha, acho eu qe fomos ate ao posto comando nao tenho a serteza mas avistamos dois jogadores mas nao conseguiamos identificalos, por isso o hunter deu me ordem para os matar lool
só quando estava a aproximar me apareceram outros dois dos nossos qe disseram qe eles eram nossos lol!
ai entao é que foi a parta engraçada, tavam 4 inimigos no cimo do vale a olhar para nós enquanto eu o hunter e o urubu dos abutres os destraiam mos outro elemento nosso qe nao sei o nome (hunter deves saber) ia por detras para os matar foi perfeito ! e de repente aparece os jipes ai entao era tudo por si, todos a esconderen se eu metime no meio das ervas mas os jipes viram me entao ai foi a parte xata eles com uma supressora comessaram a disparar sobre mim mais ou menos numa distancia de 2 metros .

para acabar a ultima hora de jogo eu hunter e outros comessamos a subir o monte em direçao ao posto de comunicaçoes onde o hunter teve qe ficar para tras a mater posicao eu o urubu e outros seguimos caminho em frente ai sim foi a parte mais fixe do jogo para mim avistamos os jipes a subir em nossa direçao e o urubu e eu deitamo nos no chao e comessa mos a disparar sobre eles eu e o urubu limpamos uns tantos ai quando morremos demos conta qe eram 12 inimigos contra nos os dois

bom qero dixer qe foi espetacular valeu a pena o cenario era do melhor e qe foi um dia muito bem passado com aquela malta toda.
e para o ano a mais lol!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hunter
Mercenario


Número de Mensagens : 1123
Idade : 38
Localização : Queluz-Centro
Data de inscrição : 16/12/2008

MensagemAssunto: Re: Rescaldo- Op. Ground Zero   Seg Mar 16, 2009 1:26 pm

Boas Pessoal!
Eu sobre o rescaldo, já pouco terei que dizer, porque já foi tudo dito!, mas posso dizer que nós nos portamos bem...se bem que o massy levou bagada de supressora a 1m (Coisa que seria ilegal para mim!!).
Gostei de jogar com os B.O.F.I.A., GEO, GOFE, ABUTRES (abraço especial ao Abutre Pinto "Mumbley" e aos restantes Abutres), COMSUBAIR (Lobo e Pedro Pato...já agora não levem o jogo até à ultima hora!!!) e demais equipas da nossa facção, mas também aos IN (Se bem que havia lá alguns imortais...)
Ao Caldeira e Penaleve, que tiveram um esforço supra-humano para organizar tudo a 100%
O terreno de jogo...execelente...espero lá voltar!!!...melhor esperemos lá voltar!
Hunter (Teamleader)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hunter
Mercenario


Número de Mensagens : 1123
Idade : 38
Localização : Queluz-Centro
Data de inscrição : 16/12/2008

MensagemAssunto: Re: Rescaldo- Op. Ground Zero   Qua Mar 18, 2009 10:10 am

Está aqui 1 prova do que nós Mercenários do Matagal, valemos neste e em próximos jogos!!!
Palavras do Maj. Alvega no PT Airsoft (ò Alvega...podes me processar depois!!)
Quero começar por agradecer o convite dos Marine Force Recon.
Quero também dar-lhes os Parabéns pelo esforço e dedicação a promoverem, organizar e prepararem um jogo num campo muito grande e espectacular. Uma estreia para mim num jogo com pormenores espectaculares.

Não posso esquecer a participação da FDS e da FPA, que mais uma vez estiveram presentes para o bem do Airsoft Português, ajudando na Organização os Marine Force Recon.

Fizemos boa viagem e tratamos de nos equipar e receber o Briefing e as Missões.


DESCRIÇÃO DO JOGO:

Foi dado o Briefing por parte da organização, simples mas completo, e foram esclarecidas as dúvidas que ainda persistiam, após a qual fomos efectuar uma medição de FPS, junto das Federações e foi-nos preenchido o passaporte.

Fizemos parte da resistência (facção Iraquiana), sendo o General Ildicto (Werewolf) o nosso comandante supremo, que logo após a entrega dos passaportes distribuiu as ordens, ficando os Gofe e nós às suas ordens, com a defesa do Posto de Comunicações.

Como primeira missão, embora repartida em duas, efectuar o reconhecimento do terreno para Norte na direcção do Respawn 4, de forma a identificar a sua localização e seguir para Este, sendo esse o nosso local a defender.

E assim iniciamos a patrulha, assumindo posições defensivas, mas progredindo no terreno, lá chegamos ao Respawn 4, informa-mos o comando da sua localização e reiniciamos a progressão no terreno para assumirmos as nossas posições defensivas avançadas do Posto de Comunicações.

Não antes de passar pelas incómodas abelhas e do seu Apicultor. Sim, incómodas. Que o digam o Deadmeat, o Urubu e o Eagle, que por elas foram atacadas, mesmo estando desviados da zona das colmeias.

Assumimos as nossas posições avançadas de defesa e estivemos largos minutos sem qualquer contacto com o IN.
Após algum tempo de pura e simples vigilância, o comando Gofe, pela pessoa do Blade, mostrou alguma preocupação sobre a possibilidade de sermos atacados pelas costas, visto que o IN possuía Helis, e que poderiam vir de qualquer lado.
Por falar em COM, nem sempre foram as melhores, muitos VOX, que só atrapalham, e, no meu caso, ainda não consegui atinar com o Auricular certo, pois toda a gente reclama que não percebe as minhas COM’s.

Iniciei então uma patrulha entre o local onde me encontrava de vigilância e o possível local de descarga dos Helis.
Não antes de informar os meus camaradas para que tivessem atenção ao meu local de vigilância.
Não cheguei a completar a segunda patrulha, quando sou informado pelo rádio, de contacto visual com o IN, exactamente pelo local que tinha estado em vigilância. O termo utilizado foi “tens o IN à porta de casa”, muito bem Urubu, pois eu ia a correr feito um maluco e era abatido que nem um tordo.
Tomei posição defensiva e fui avançando lentamente, pois com um Shemag na cabeça, preto/branco parecia um pirilampo mesmo no meio do mato.
Fui avançando até que tive contacto visual com o IN, eram dois, mas não deram por mim, deixei-me estar imóvel, a aguardar que se movimentassem, sempre comunicando com os restantes 805, que iniciaram uma movimentação para atacar esses IN’s, e resultou, pois abateram um, que estava protegido do meu flanco pelas árvores e assim o segundo teve que se movimentar, foi a minha oportunidade e não a desperdicei, IN abatido.
Fui informado posteriormente que eram elementos SAG. Mas os que foram abatidos não eram os únicos, muitos mais vinham por outros flancos, e começou, bagada por todo o lado, sofremos algumas baixas, e fiquei só, tendo sempre a mira de dois Snipers sobre mim, como estava em inferioridade numérica e estratégica, optei por uma atitude de observador e passar informação ao comando, mudando muito rapidamente de posição, mal espreitava no meio do mato verde, logo um ou outro Sniper mudava de direcção, na tentativa de me abater, mas não conseguiram.
Solicitei reforços ao comando, que prontamente enviou o binómio Frazão-Pulga e chegada a hora do Respawn, sabia que os 805 iriam regressar, solicitei que se apressassem, pois para levar a cabo uma tentativa que tivesse resultados práticos, precisava de apoio.
Chegado esse apoio, começamos a progredir no terreno na tentativa de os eliminar, não antes de outro encontro com as abelhas, e quando pensávamos que tínhamos o binómio nas costas dos IN, e avançamos para os obrigar a sair, estes já tinham mudado de localização, tal suposição foi-nos fatal, pelo menos para alguns, sofremos mais algumas baixas, Deadmeat, Urubu e o Pulga, fiquei eu, o Eagle e o Frazão.
Estávamos a avançar no terreno no encalço dos IN’s, e tínhamos conseguido que se movimentassem encosta abaixo para se reagruparem. No mesmo instante somos informados, via rádio, que tinha rebentado um Morteiro no Posto de Comunicações e que deveríamos apresentar-nos no Respawn, pois estávamos localizados no quadrante de raio de acção do dito. Assim fizemos... fita na arma e, encosta abaixo, a caminho do Respawn 4, passámos pelo Posto de Comunicações, que tinha sido reforçado por outros Iraquianos que se encontravam nas redondezas e que não tinham sido atingidos. Quando lá chegamos já lá se encontrámos a quase totalidade do nosso comando.

Aproveitei para comer e beber algo, que já eram horas.

Aqui deparei com umas novidades, água fresca e saco para lixo. Muito bem!
Deixar as instalações como as encontrámos, a pensar num futuro limpo.

Quando “ressuscitei”, informei o comando e dirigi-me para o Post de Comunicações com o Deadmeat e íamos posicionar-nos novamente a Este do Posto de Comunicações, no cimo do monte, quando avistámos mais um Heli, carregado de IN’s. Informámos o comando, que nos deu ordem para os eliminar, e fomos no seu encalço. Eram mais do que pensávamos, e pensou-se que iriam tentar neutralizar o Respawn 4, portanto descemos a encosta que tínhamos subido e procurámos posição de ataque... mas deixámos de ter contacto visual com os IN. Subimos uma pequena encosta e o Deadmeat entrou em contacto com o IN, disparando e foi eliminado. Eu consegui proteger-me e, quando tive oportunidade disparei. Não sei se acertei, mas eram 3 ou 4 que me tentaram alvejar pelas costas, mas não conseguiram, pois as dunas protegeram-me... e nunca mais os vi.
Solicitei apoio ao comando, não fossem tentar neutralizar o Respawn 4, e informaram-me que assim que pudessem enviavam alguém. Andei por ali a vaguear mas nunca mais os vi, e como não chegavam os reforços, fui até ao Respawn para verificar “in loco”, estava tudo normal.

Dirigi-me para o Posto de Comunicações, que tinha sido atacado, e pouco depois avistei um Heli, que entrou armazém dentro e vai de fogachada, ainda com o Heli em movimento, e feito algumas baixas. Já se encontrava entre nós o General Ildicto (Werewolf) e começámos a defender-nos como era possível, mas depois de descarregar alguns Mag’s, existia um IN que teimava em disparar em Full, e incessantemente, qual supressora. Mas não foi o único a insistir no erro do Full, do lado oposto do armazém era só o que se ouvia, RATATATATATATATATATATATATATATATATATATATA...

O Comandante Bisonte bem me dizia para lhe proteger a retaguarda, mas como? Se eu não conseguia ver de onde ele estava a disparar, sem me expor. Tive que me afastar e tentar flanquear o elemento que teimava em usar a sua G36 como supressora, mas não consegui.
Pois quando tentava outra abordagem que oiço movimentações e não só, aparece-me um IN a correr, levou bagada, em Single nas pernas, não disse nada e recuou, mudei de posição, e quando insistiu voltou a levar, voltou a recuar, disseram-me que acabou por sair do jogo. Não ouvi nada nem vi nada.
Eram os Tomahawk, a atacar em peso pelo lado Norte superior do Posto de Comunicações.
Como pressentia que não estava só, voltei a mudar de posição e iniciei a dar resposta aos que avançavam do lado oposto, quando sou atingido por uma “linha branca de PVC”, era mais uma rajada em CQB.

Num jogo com tantas regras, e É PRECISO LER AS REGRAS PARA SE PODER JOGAR.
Pois as dúvidas só aparecem a quem se dá ao trabalho das ler e das compreender.

E foi o caso de muito boa gente que foi para ali, demonstrando ZERO de respeito por quem se deu ao trabalho de organizar e preparar o evento.

No que diz respeito a enganos, não estou de acordo com o que já foi escrito, pois desculpas não se pedem,
EVITAM-SE, ou seja, existe por norma sempre um Squad Leader, seja ele o Líder ou outro posto qualquer, não chega ser o Comandante, há que “incorporar” e agir em conformidade. Sei que nem sempre é fácil, mas quando detectamos o erro, à que corrigi-lo IMEDIACTAMENTE, para que se não propague como uma virose.

E lá fui eu outra vez para o Respawn 4 onde encontro elementos dos 805, Gofe e Mercenários do Matagal, e outros.
Quando “ressuscitamos” lá partimos nós para mais uma investida, dirigimo-nos para o Posto de Comunicações que tinha sido tomado pelos Aliados, na tentativa de tentar ajudar quem ainda por ali andasse ou tentar recupera-lo, mas não avançamos muito, pois ao longe deparamos com uma barreira constituída por vários elementos que tinham montado um posto de vigia para a estrada. Como tínhamos a estrada para atravessar distribuímo-nos por três grupos, eu e o Urubu, mantivemo-nos pela zona frontal, para observamos as movimentações dos IN’s, Gofe e Deadmeat foram por cima, pelo lado esquerdo, e o Mambly e Mercenários de Matagal por baixo pelo lado direito.

E foi neste momento que aconteceu de tudo um pouco, eu o Urubu a tentar atingir o IN’s no posto de vigia, mas a distância e o vento, a não permitirem, mas como se diz “a persistência produz resultados”, mudamos de posição e menos um, o Urubu de Pistola, eliminou um, os restantes tomaram posições defensivas.
Não lhes serviu de nada eu eliminei outro, já só sobravam 2, nessa fase sou informado que temos o Mambly a rastejar pelo flanco direito na direcção do posto IN, que ao localizarem a nossa outra patrulha que se movimentou mais à esquerda, se distraíram e deu a oportunidade ao Mambly de melhor posicionar e de os abater, sem eles se aperceberem bem de onde apareceu aquele Iraqui.

Eu e o Urubu aproveitamos, entretanto para nos posicionar melhor e dar a poio ao Mambly, caso fosse necessário, mas ele deu conta do recado, disparando e protegendo-se. Connosco alguns elementos dos Mercenários do Matagal aproveitaram também para ir subindo no terreno.

Foi aqui que um conjunto de situações me criou o pequeno stress, a “namorada”, que anteriormente esteve tão bem, a fazer uns disparos em single e com um alcance e precisão brutal, estava a dar sinais de cansaço, só não sabia se era o motor ou a bateria, apressei-me a trocar a bateria pois ao longe vinha um Heli, já não era só a preocupação do posto de vigia com também do Heli.

Quando reparo que mais abaixo de mim, mesmo junto à estrada está o Massy, que só tem tempo de se esconder num arbusto, iniciamos o ataque ás forças que foram “largadas”, mas estávamos tão mal de pontaria que não conseguimos acertar em ninguém, gastei pelo menos um Mag e não eliminei ninguém, sem nos preocuparmos em demasia no Heli, que recebe instruções para efectuar mais uma passagem, resultando na carnificina do Massy que estava nem a 2 metros da estrada, pois dispararam para ele de supressora de cima do “veiculo”.

Fomos na totalidade abatidos, só sobreviveu quem saiu do local quando avistou o Heli. Mais uma viagem ao Respawn 4.

Lá somos informados que os Aliados já tinham tomado praticamente tudo, só lhes faltava o nosso General Ildicto (Werewolf), somos também informados, pelo Eagle, que este se encontra numa posição alta a ser protegido por elementos dos 805, dos Geo e do Gofe, que solicita toda o apoio possível.

E assim foi, quando “ressuscitamos”, dirigimo-nos para a última posição conhecida do nosso General Ildicto (Werewolf), no cimo da encosta, junto a um poste de alta tensão, e fomos tomar posições de defesa, e mal tivemos oportunidade de nos posicionarmos, começamos logo a ouvir os Helis, carregadinhos, a “largar” Aliados, mais uma vez troca de BB´s, e tinha um elemento à minha direita, que nem sabia quem era, era o McGyver, e mais uma vez falta de pontaria, éramos dois a disparar para 5 a 6 elementos, que são apanhados de surpresa, mas vinham muito bem equipados com coletes especiais, pois só dois se deram como abatidos, voltei a descarregar dois Mag’s, e um capacete deve ter ficado bem marcado, mas enfim, esse mesmo elemento conseguiu também eliminar o McGyver.
A força Aliada foi reforçada com mais viagens dos Helis, pois queriam a todo o custo capturar o nosso General Ildicto (Werewolf).
Fomos para o Respawn 4 e contávamos “ressuscitar” e entrar pela última vez em jogo, quando estávamos a recarregar os Mag’s, no Respawn 4, sentadinhos, somos confrontados com uns 3 elementos Aliados que nos queriam render, porque não tínhamos as fitas à vista, mas estavam nas armas e nós no Respawn.
Estes elementos avançaram a caminho da encosta, mas foram logo abatidos, e depois eu perguntei “Então a fita?” à qual tive como resposta, uma comunicação, que era mais prioritária, a chamar transporte dos Helis, do que assinalar que tinham sido eliminados.

Aos restantes elementos dos 805, Geo, Gofe e Mercenários do Matagal, aconteceu o mesmo, era só falta de pontaria e foram abatidos. Não antes de alguns querem confirmar verbalmente se tinham ou não atingido os elementos das forças Aliadas, sem pensarem na sua própria segurança, visto que nem se acusam com BB’s como se iam acusar quando confrontados com palavras.
Com o nosso General Ildicto (Werewolf) ferido, visto que não existia vontade de o capturar com vida, mas sim de o eliminar, embora não fosse esse o objectivo.
Este viu-se forçado a dar por terminado o evento, tendo em consideração esta última investida dos Aliados.

Por isso não tenho críticas a fazer à organização, no entanto podem existir pormenores a melhorar, de certo que sabem do que falo.

Porque para mim os jogos são bons ou maus consoante os jogadores que neles participam, e estou a incluir-me, eu tenho consciência que dei o meu máximo, que fui correcto com tudo e com todos, cada um que fale por si.

Parem de apontar o dedo e assumam o que fazem. É muito mais construtivo.



Para concluir, Iraquianos, estivemos bem, apesar de tudo, Alá foi grande.

Longa vida ao nosso General Ildicto (Werewolf) foi uma honra ter servido às suas ordens.

Força Marines Force Recon, sabem que podem contar com os 805.

Ficamos a aguardar pela Op. Ground Zero 10.

Abraço.
Hunter (teamleader)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Rescaldo- Op. Ground Zero   Hoje à(s) 11:44 pm

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Rescaldo- Op. Ground Zero
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» MANUAL TECNICO> Pesquisa da MAGNUS sobre CRANKWALK
» Rescaldo da Mini-Ini Cafézada Natal Costa Caparica
» jantar de natal zona de viseu e arredores - dia 22 (fontelo) rescaldo
» Duvidas Instalando Central Multimidia
» BTT Enduro Series Cascais - Rescaldo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Mercenarios Matagal :: Jogos :: Rescaldo Jogos-
Ir para: